Artigos

Implantodontia

Implantodontia é o ramo da Odontologia que se dedica à busca de ancoragens ósseas que visam a reabilitação dentária de pacientes. Indivíduos total ou parcialmente mutilados de seus dentes naturais. No Brasil, diferentemente de outros países é uma Especialidade da Odontologia RESOLUÇÃO CFO 168/90.

No estado da arte atual, a implantodontia lança mão das propriedades que alguns materiais tem de conviver em íntimo contato com o osso sem gerar reações de rejeição. O titânio, metal abundante na crosta terrestre é,  sem dúvida o material mais usado na especialidade. Desde que o Professor P. I. Branemark iniciou seus estudos acerca do que ele chamou de osseointegração, ainda em 1955, passando pela revolução nas terapias de reabilitação oral, até o presente momento, o titânio passou a ocupar um posto cada vez mais relevante não só na odontologia, mas em toda medicina!

No entanto, nem só com implantes lida a especialidade. Ela também engloba as técnicas, condutas e práticas necessárias à regeneração e reconstrução do próprio osso. Hoje dispomos de meios muito seguros e previsíveis de recuperação de quantidades ósseas suficientes para permitir a ancoragem protética com implantes. Medidas como enxertos ósseos (usando osso transplantado do próprio pacientes, de outras fontes animais ou minerais), regeneração óssea guiada ( com o uso de barreiras ou membranas sintéticas que permitem o crescimento seletivo de osso), distração osteogênica (técnica que usa um aparelho mecânico instalado dentro do osso e que consegue expandir lentamente o volume ósseo) e o uso de fatores de crescimento ósseo (através da bioengenharia) compõem um arsenal terapêutico tão grande que a criação de uma especialidade para lidar com isto torna-se essencial.

A reabilitação oral encontra hoje na implantodontia a melhor forma de expandir limites terapêuticos quando o assunto é recuperar a força de mordida, a bela aparência e a qualidade de vida das pessoas. No entanto, é obrigação da reabilitação oral descobrir, antes que se reponham os dentes perdidos com implantes, o porquê da perda dos dentes. Este correto diagnóstico evita que os implantes também se percam.

Nós, da Clínica Palmieri, somos radicais defensores desta postura. Pouco vale um implante sadio numa boca doente.  Portanto, entendemos a nossa especialidade, implantodontia,  como apenas um meio para propiciar a reabilitação dentária de nossos pacientes.

 

Comentar