A sample text widget

Etiam pulvinar consectetur dolor sed malesuada. Ut convallis euismod dolor nec pretium. Nunc ut tristique massa.

Nam sodales mi vitae dolor ullamcorper et vulputate enim accumsan. Morbi orci magna, tincidunt vitae molestie nec, molestie at mi. Nulla nulla lorem, suscipit in posuere in, interdum non magna.

Doença Oclusal. E isto existe?

A idéia de que possamos reabilitar uma oclusão necessita que se defina uma doença a ser reabilitada. Certamente pensando nisto é que Lytle* definiu parâmetros para a DOENÇA OCLUSAL. Da doença inicial ao quadro de colapso total da oclusão, apresentou sinais chaves que permitem diagnosticar um quadro patológico. A tipificação de facetas de desgaste, padrões de migração e alteração óssea alveolar permitem que reconheçamos clinicamente um quadro de anomalia que vai muito além da destruição de um único dente.

A doença oclusal manifesta-se em todo o corpo. Alterações na postura, na qualidade do sono, no sistema imunológico e na própria qualidade de vida ** associadas à doença oclusal foram demonstradas. A este quadro de doença sistêmica associada à doença oclusal, o Dr. Muratso denominou “Hazo disease”. Doença do dente-orgão como repete inumeras vezes no seu texto. Afirma de maneira conclusiva que os dentes estão intimamente relacionados com nossas vidas pois eles afetam o funcionamento do cérebro e do sistema nervoso central. Então temos a definição de uma doença, a doença oclusal. As terapias que podemos propor para tratar esta classe de doença devem seguir um diagnóstico. Daí considerarmos fundamental a elaboração de um diagnóstico oclusal. Daí propormos que todo paciente que procure auxilío profissional para tratar qualquer destruição dentoalveolar seja submetido a tal diagnóstico. Com o uso de, no mínimo, um bom exame clínico, uma radiografia panorâmica e o par de modelos em gesso montados a partir do registro em relação central em um articulador, podemos identificar o quanto de desequilibrio biomecânico está presente. Ao reconhecer a existência da DOENÇA OCLUSAL a odontologia toma um novo rumo. Segue na direção da MEDICINA OCLUSAL. Tema que deverá ocupar futuras postagens.

*Lytle, J.D. The clinician’s index of occlusal disease: Definition, recgonition, and management. International Journal of Periodontics and Restorative Dentistry, Vol. 10, pp. 103-123 1990
** Muratso, Kazumasa. Theeth are our organs, KOS, Japão, 2009